A molécula que poderia matar o câncer

A molécula "ET-D5" descoberta pelo Dr. Aurélie Juhem tem um dupla açãoEle penetra diretamente no tumor, impedindo a divisão celular e seu crescimento, e destrói os vasos sangüíneos que o alimentam.

Esta molécula é ativa com administração por oralmente, um ponto muito positivo em comparação com quimioterapias intravenosas. Ele foi testado com sucesso em camundongos, e a molécula "milagrosa" será experimentada em 2016 com seres humanos.

As primeiras investigações revelam que ET-D5 seria muito ativo com cânceres altamente vascularizados, que é agressivo. A priori, seria principalmente câncer de fígado, pâncreas, rins e sarcomas, cujo diagnóstico é muitas vezes feito devido a uma metástase, a um estágio avançado de sua expansão.

Ainda sem comentários.

Deixe um comentário

Pode também interessar-lhe