A guanabana luta contra o câncer

Uma investigação da UCV comprovou que essa fruta age em tumores de mama, útero e próstata.

Conhecida cientificamente como Annona muricata, a polpa de graviola é o principal ingrediente que um grupo de pesquisadores da Universidade Central da Venezuela (UCV) está usando para desenvolver uma bebida funcional que visa prevenir e combater doenças oncológicas, como o câncer de mama. colo do útero e próstata, que estão entre os mais mortíferos do mundo, inclusive na Venezuela.

PhD em Ciência e Tecnologia de Alimentos, Rosa Raybaudi-Massilia, juntamente com a Professora Alexandra Zambrano, estão desenvolvendo uma bebida super-saudável baseada em amora, guanabana e iogurte que contém propriedades anti-câncer, antioxidantes e probióticas.

O trabalho consistiu na determinação dos compostos bioativos da graviola e da avaliação citotóxica de suas propriedades. Para isso contaram com o apoio do Instituto de Biologia Experimental da UCV e dos professores Francisco Arvelo, Felipe Sojo, Alírica Suárez, Jonathan Mosqueda e María Calderón, que demonstraram que a polpa de gravioleira possui propriedades antitóxicas e anticancerígenas que atuam nos tecidos tumorais. de mama, colo do útero e próstata.

"A bebida é uma espécie de batido obtido combinando iogurte, amora e guanábana", diz Raybaudi-Massilia, acrescentando que, apesar dessa mistura, todos os produtos mantêm suas propriedades.

O especialista continua explicando que é importante que as propriedades sejam mantidas, pois ao trabalhar com um produto como o iogurte, que é levemente ácido, é normal que alguns microrganismos não sobrevivam. "Estamos interessados ​​em mostrar que essas culturas são mantidas para garantir que, quando a bebida é comercializada, o consumidor obtenha os benefícios que estão sendo prometidos".

No caso de inadimplência, contém propriedades antioxidantes responsáveis ​​pela eliminação dos radicais livres produzidos pelo organismo e responsáveis ​​por doenças como o câncer.

Os probióticos presentes no iogurte são uma flora microbiana que ao permanecer no trato digestivo favorece a evacuação, principalmente daqueles que têm dificuldades de ir ao banheiro, pois facilita o trânsito intestinal.

Outro benefício da bebida é que ela é adoçada com um adoçante natural que contribui com menos quantidade de açúcares para o corpo, evitando doenças como diabetes e obesidade, causadas em parte pelas altas concentrações desse aditivo.

Para garantir a aceitabilidade do produto, foram realizados testes sensoriais, que comprovaram que é muito agradável do ponto de vista do paladar, do olfato e da cor, ressalta o pesquisador.

Rosa Raybaudi-Massilia enfatiza que estes resultados foram obtidos apenas em nível celular com testes em laboratórios, que o próximo passo seria demonstrar sua eficácia para a prevenção do câncer em estudos com animais e depois com humanos. "Se os resultados fossem os mesmos, a ingestão de polpa de graviola em sucos, sobremesas e qualquer tipo de alimento poderia ser recomendada para prevenir e combater o desenvolvimento do câncer de mama, do colo do útero e da próstata."

Ainda sem comentários.

Deixe um comentário

Pode também interessar-lhe